Fork me on GitHub
#clojure-portugal
<
2020-04-17
>
Jivago Alves01:04:15

@ramonp.rios @include boas! trabalham com clojure em PT?

include01:04:09

@jivagoalves gostava mt mas nao. tu?

Ramon Rios07:04:56

Sou Brasileiro, mas vim a Portugal ano passado. O cliente a qual trabalho usa clojure e estou nessa jornada há alguns meses

Ramon Rios07:04:07

Mais ou menos 6/7 meses

Ramon Rios07:04:43

Inclusive, caso haja vagas para tal, posso ver a possibilidade de colocar aqui

Jivago Alves09:04:05

também sou brasileiro (em PT já estou há mais de 6 anos) e trabalho em um projeto com Clojure já faz mais ou menos uns 2 anos

Ramon Rios09:04:03

Não vejo muita coisa de clojure por aqui

Ramon Rios09:04:39

Não sou muito apegado a tecnologias, mas gosto de usar clojure

Jivago Alves11:04:07

pois, não é comum

Jivago Alves11:04:37

onde trabalho tive a oportunidade de escolher a linguagem para o projeto, o cliente pediu que fosse alguma linguagem funcional 😁

Ramon Rios11:04:56

Onde vc trabalha?

Jivago Alves16:04:42

@ramonp.rios Equal Experts

Ramon Rios11:04:09

To trabalhando na Aubay, o cliente é uma software house belga

Ramon Rios11:04:15

Aí eles usam clojure pros projetos

include11:04:15

sou português e acho q ñ conheço nehum português a usar clojure 🙂 . AFAIK a comunidade cá é inexistente

include11:04:46

@ramonp.rios Aubay nao é no Porto?

brunex11:04:18

beep boop! sempre por aqui 🙂

brunex11:04:36

em UK mas portugues 😛

brunex11:04:12

alguma software house em PT a usar clojure?

Ramon Rios11:04:40

@include Também há em Lisboa

Ramon Rios11:04:58

Uma Belga da qual estou a trabalhar usa

Ramon Rios11:04:08

Mas estou como consultor em Portugal

Ramon Rios11:04:32

Vejo algumas vagas pra ir ao UK

include11:04:38

@ramonp.rios vivi em Lx 16 anos. enough 🙂

Ramon Rios11:04:56

Mas estou cá ha menos de um ano, então é muito cedo pra mudar

Ramon Rios11:04:31

Penso em ficar aqui mas no futuro ter alguma cena remota e que ganhe um bom salário de outro país

include11:04:15

já eu penso em nao ficar aqui e ter uma cena remota e que ganhe um bom salário de outro país. 🙂

Ramon Rios11:04:14

Eu penso nisso, mas tem que ser algo futuro

Ramon Rios11:04:29

Eu vim pra cá recem casado

Ramon Rios11:04:37

Não consigo estabelecer muita coisa mudando de lado em lado

Ramon Rios11:04:57

E não quero que minha esposa viva em função do meu trabalho e se mudando de país em país

Ramon Rios11:04:17

Ela ainda não fala bem inglês, então me faz desacelerar um pouco

Ramon Rios11:04:32

Mas pretendo num futuro ir ao Canadá ou UK

include11:04:13

casamento é um contrato de valor. convém manter isso bem equilibrado else a comida começa a aparecer salgada 🙂

Jivago Alves16:04:58

@ramonp.rios vocês usam qual stack? clojure + algo em especial? framework ou libs?

Jivago Alves16:04:51

Imagino que isto é no frontend. E o backend?

Ramon Rios16:04:23

Cara, eles tem um proprio template deles

Ramon Rios16:04:29

Com várias dependências

Ramon Rios16:04:31

Já usei next

Ramon Rios16:04:54

O template é mais pra arquitetura de micro serviços e tal

Ramon Rios16:04:53

Tem outras cenas também

Ramon Rios16:04:30

Eu queria muito ver pedestal e outras coisas

Ramon Rios16:04:36

Mas aí o cliente n usa

Jivago Alves17:04:21

temos processos que são basicamente ETL no backend e uma web API expondo os dados e fizemos um projeto menor que é serverless com clojure

Jivago Alves17:04:27

backend é basicamente componentes que executam periodicamente -> ScheduledThreadPoolExecutor + com.stuartsierra/component

Jivago Alves17:04:29

web API é basicamente ring/ring-jetty-adapter + metosin/compojure-api